Onde estás?


Viajante dos sonhos longínquos,
por onde andas?
Poeta dos meus escritos,
por onde escreves?
Deixas as palavras escritas no vento,
os versos nos mares distantes,
os poemas noutros continentes.
Quero ver-te,observar-te, admirar-te
Quero ler-te,interpretar-te,entender-te.

Sem comentários: