Transparências




















Sinto-te como uma ausência presente que contempla os meus passos.
Caminhamos sem saber por onde, procurando não se sabe o quê.
Vens. Ficas. Permaneces. E deixas-me ir.

Conclusão



Afinal não o amava. Amava sim a ideia de o amar.
Era um alívio chegar a esta conclusão.

Sede


Aproveitar cada minuto de nós com a sofreguidão de uma ave sedenta do mais saboroso néctar.

O maior pecado:


A gula!
Onde o doce apela ao salgado,
os sabores, os odores e as texturas
se misturam
e a razão dá lugar à paixão.

Distâncias


Há distâncias que se percorrem com a ponta dos dedos.
Há distâncias que se completam com o olhar.
Outras há que não chegam a ser cumpridas.