Outros silêncios


Momentos repletos de tudo e de nada vazios. Ouve-se a respiração, sente-se o sorriso e lembra-se o rosto. Silêncios que não necessitam ser preenchidos com palavras, porque lhes basta saber que estão lá.