Tempestades


oiço um mar revolto
ensurdecedor;
as ondas fustigam a areia,
deixando marcas impossíveis de apagar;
de tão branco que está,
mar e céu parecem um só:
sem horizonte, sem distinção

oiço o mar revolto
ensurdecedor;
tão perto que se confunde
com o meu pensamento;
sinto-lhe o cheiro
sinto-lhe o frio
sinto-lhe o sabor

o mar revolto que oiço
está dentro de mim
ensurdecedor.

(Também aqui)

3 comentários:

Patti disse...

Pois eu adoro dias assim como descreves, adoro vestir-me como nessa foto.

Tenho saudades do sol, dos dias largos. Mas sou Inverno.

Cristina disse...

e esta chuva horrorosa...

Maresia disse...

E que tempestada...
Mesmo assim os dias estão a melhorar...
Beijinhos