Intervalo

Não, não voltei. Vim apenas matar saudades...
com este post faço um intervalo na pausa que já vai longa.
Quebro a monotonia da ausência,
abro as janelas de par em par
e deixo uma fresta da porta aberta, por onde entra uma brisa leve
com cheiro a frésias de manhã
e laranjeiras em flor ao anoitecer.


Vim apenas matar saudades...

15 comentários:

Luis disse...

eu também ;)

José disse...

Na primavera, não podíamos ficar sem pelo menos uma cerejinha :) eu morro de saudades...

Poetic GIRL disse...

E que bem que sabe, essa frinchinha por onde passa a brisa... bjs

Gi disse...

E nós mitigamos as saudades de ti, contigo.

Sónia Costa disse...

saudades destas cerejinhas...

Joana disse...

Já tinha saudades. :)

Cristina disse...

não as mates, deixa-as estar. :)

Paula disse...

ó :( fiiica!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E eu aproveito este intervalo para lhe desejar uma Páscoa Feliz

Fatima disse...

Abraço

Aluada disse...

... e ainda deixas mais saudades!

JanuskieZ disse...

Hi... Looking ways to market your blog? try this: http://bit.ly/instantvisitors

Joel de Sousa Carvalho disse...

Muito Boa Tarde.

É um prazer visitar o seu blogue. Estou por meio a divulgar o novo blog de crónicas entre outros assuntos da actualidade, com a opinião que terá um cunho meu. Sou blogger há varios anos, mas não vou divulgar os blogs que tive, quero que este tenha mérito próprio. Gostaria muito que colocasse o meu link e se possivel divulgue pelos seus amigos. Se o fizer, com certeza farei no meu humilde blog.

http://quadratura-do-circulo.blogspot.com/

Esta mensagem irá passar por alguns blogs que sigo.

Um abraço

Joana Santos disse...

ás vezes apetece matar saudades de coisas que eram ou são especiais para nós .

Francisco Coimbra disse...

C'u'_e_rente... a personagem na imagem continua de costas. Saudades!